UGT - Comunicados

Notícias Internacionais

2019

Luca Visentini reeleito Secretário-geral, Laurent Berger eleito Presidente da CES

2019-05-24
Luca Visentini reeleito Secretário-geral, Laurent Berger eleito Presidente da CES

Os líderes sindicais da Europa reelegeram Luca Visentini como Secretário-geral e Laurent Berger como Presidente da Confederação Europeia de Sindicatos.

O Congresso adoptou um novo manifesto e programa de ação para 2019-23 para "Uma Europa mais justa para os trabalhadores".

Nesta sessão magna europeia, reunida em Viena, foram igualmente eleitos:

• dois vice-secretários-gerais - Ester Lynch e Per Hilmersson;

• três secretários confederados Liina Carr, Isabelle Schömann e Ludovic Voet;

• quatro vice-presidentes José María (Pepe) Álvarez, Miranda Ulens, Bente Sorgenfrey e Josef Středula.

As políticas adoptadas neste Congresso da CES, como parte dos seus manifesto e do Programa de Acção 2019-23, a confederação europeia sindical irá pressionar o novo Parlamento Europeu e a Comissão a implementar:

• Reforma da política económica da UE, orçamento e União Monetária para promover a justiça social, o investimento favorável ao emprego, o crescimento sustentável e uma tributação justa e progressiva como objectivos de uma política económica da EU;

• Implementação integral dos 20 princípios do Pilar Europeu dos Direitos Sociais, adotados pela UE em 2017, incluindo a igualdade de género, a igualdade de oportunidades, o direito a salários justos e o direito à educação, formação e aprendizagem ao longo da vida;

• Iniciativa da UE para apoiar negociações colectivas mais fortes - negociações entre empregadores e sindicatos sobre remunerações e condições de trabalho - em todos os países da EU;

• uma transição socialmente justa para uma economia de baixo carbono, digital, automatizada e global - com a legislação, políticas e fundos da UE para garantir que ninguém seja deixado para trás;

• Moldar o futuro do trabalho com a legislação da UE para reduzir o emprego precário, estabelecer os direitos dos trabalhadores em novas formas de trabalho, impedir o dumping salarial e social e criar uma mobilidade equitativa dos trabalhadores e a igualdade de tratamento;

• Reforma da legislação da UE para reforçar a informação e consulta dos trabalhadores, a representação dos trabalhadores nos conselhos de administração das empresas e nos conselhos de empresa europeus.

"A missão para o próximo mandato será combater os ataques à democracia e à tolerância", afirmou Luca Visentini, "e ir além da Comissão Juncker na promoção da justiça social, empregos de qualidade e salários mais altos em toda a UE".

“Também iremos pressionar a UE para enfrentar com uma atenção redobrada as alterações climáticas e fazer mais para gerir proactivamente a ação climática, a digitalização e a automação para que ninguém seja deixado para trás.”

O Programa de Acção hoje aprovado para o próximo quadriénio 2019-2023 foi apoiado pela UGT e recebeu os votos da esmagadora maioria dos congressitas. A excepção no seio do Congresso da CES, composta por mais de 600 delegados, foi o voto contra e uma abstenção da delegação da CGTP.

De referir que a UGT esteve representada em força neste Congresso com uma grande delegação sindical composta pelo Secretário-geral, Carlos Silva, pelo Secretário-geral Adjunto, José Cordeiro, pela Secretária Internacional, Catarina Tavares, pela Secretária Executiva, Ana Paula Viseu, e pelos Presidentes das Comissões de Mulheres, Juventude e Ala de Quadros, Lina Lopes, Carlos Moreira e Elizabeth Barreiros, respectivamente.

Todos os documentos aprovados no 14.º Congresso podem ser consultados AQUI

Reveja os momentos da comitiva da UGT AQUI

#ETUC19 - Intervenção da Presidente da Comissão de Mulheres, Lina Lopes

2019-05-23
#ETUC19 - Intervenção da Presidente da Comissão de Mulheres, Lina Lopes

A Presidente da Comissão de Mulheres da UGT, Lina Lopes, dirigiu-se ao Congresso da Confederação Europeia de Sindicatos (CES), que decorre em Viena, e abordou as questões da igualdade de género e os desafios do movimento sindical.

Lina Lopes apelou a todas as mulheres sindicalistas que não esqueçam as mulheres que lutaram arduamente para que hoje fosse possível a falar sobre sindicalismo e igualdade de oportunidades.

"Peço a todas as mulheres para que lutem pelos seus direitos , que não receiem estigams ou rótulos."

"O movimento sindical tem de acompanhar um mundo em acelerada transformação. Não podemos deixar de acompanhar os desafios da economia verde; do mundo digital; do desaparecimento de algumas profissões e a emergências de novas; a elevada taxa de automatização nos processos produtivos; a robotização e os desafios que esta encerra para o mundo do trabalho."

Finalizou acrescentando que "a voz dos sindicatos é fundamental na luta pelos principios consagrados no Pilar Europeu dos Direitos Sociais."

UGT recebida pelo Embaixador de Portugal em Viena

2019-05-23
UGT recebida pelo Embaixador de Portugal em Viena

No dia 22 de Maio, uma delegação da UGT constituída pelo Secretário-geral, Carlos Silva, os Secretários Executivos Carlos Moreira e Paula Viseu e o Diretor do CEFOSAP, Jorge Mesquita, foi recebida pelo Sr. Embaixador da República Portuguesa na Áustria, Dr. António Almeida Ribeiro e o Conselheiro Dr. João Bezerra da Silva.

A audiência teve início com a apresentação de cumprimentos mútuos, tendo sido abordados  temas como a presença da comunidade portuguesa na Áustria e os problemas que os trabalhadores portugueses têm no país.

Para além dos assuntos supramencionados sobre a presença da comunidade, abordou-se também a presença económica portuguesa no país, bem como o problema da ascensão da extrema-direita e a crise política na Áustria.

Relatou-se ainda a dinâmica do congresso da CES e o impacto da presença e intervenção do Primeiro-ministro Antonio Costa na reunião magna sindical europeia.

 

#ETUC19 - Intervenção da Presidente da Ala de Quadros, Elizabeth Barreiros

2019-05-22
#ETUC19 - Intervenção da Presidente da Ala de Quadros, Elizabeth Barreiros

A Presidente da Ala de Quadros da UGT e membro da comissão Executiva do EUROCADRES, Elizabeth Barreiros, dirigiu-se ao Congresso da Confederação Europeia de Sindicatos (CES), que decorre em Viena, e apresentou a sua visão para um futuro modelo europeu que defenda os direitos e interesses dos trabalhadores.

#ETUC19 - Intervenção do membro da CJ UGT, Hugo Bahut sobre um modelo económico e social justo

2019-05-22
#ETUC19 - Intervenção do membro da CJ UGT, Hugo Bahut sobre um modelo económico e social justo

O membro da Comissão de Juventude da UGT e representante da Comissão de Juventude da CES, Hugo Bahut, no âmbito do tema em debate sobre um modelo económico e social justo, reafirmou alguns dos alertas que têm vindo a ser dados pela juventude sindical europeia relativos aos riscos de pobreza e exclusão social entre os jovens com idades compreendidas entre os 18 aos 25 anos.

Face a esta situação, a Comissão de Juventude da CES propõe a criação de um subsídio autónomo para estes jovens o que permitiria ser um impluso para uma maior autonomia e independência deste grupo, reivindicando igualmente que os governos nacionais deveriam incluir este modelo nos seus regimes de segurança social.

Ainda na sua intervenção reafirmou que a precariedade e os baixos salários não devem ser parte do modelo social europeu.