UGT - Comunicados

Notícias Internacionais

2011

CES - A União Europeia em "rota de colisão" com a Europa Social e com a autonomia da negociação colectiva

2011-02-04
CES - A União Europeia em "rota de colisão" com a Europa Social e com a autonomia da negociação colectiva

Nota: Tradução da responsabilidade da UGT, baseada na versão inglesa

UGT condena escalada de violência no Egipto

2011-02-03
UGT condena escalada de violência no Egipto

A União Geral de Trabalhadores (UGT), correspondendo ao apelo da Confederação Sindical Internacional (CSI), quer exprimir a sua total solidariedade com o povo egípcio em luta por um verdadeiro estado democrático.

A UGT condena, assim, os actos de violência perpetrados contra a população indefesa pelas forças de segurança ao serviço do actual governo, defendo uma transição pacífica rumo a uma sociedade democrática.

Declaração do Director-Geral da OIT sobre a situação no Egipto

2011-02-02
Declaração do Director-Geral da OIT sobre a situação no Egipto

Nota: tradução da responsabilidade da UGT, baseada na versão inglesa

UGT condena a brutal repressão na Tunísia e apela ao restabelecimento urgente dos direitos sociais e políticos

2011-01-18

No seguimento da violenta repressão das manifestações por parte do governo tunisino que
resultou num elevado número de mortos entre a população civil, bem como de feridos e de
pessoas presas, nomeadamente, de sindicalistas, a UGT quer manifestar o seu mais vivo
repúdio pela actual situação e expressar a sua solidariedade para com os trabalhadores/as
tunisinos e cidadãos em geral.

Apelamos, ainda, ao pronto restabelecimento dos direitos e liberdades fundamentais, tais como a liberdade de expressão, e ao apuramento dos responsáveis pelos ataques perpetrados contra sindicalistas e a população civil que, entendemos, devem ser devidamente julgados e condenados.

CES - Carta do Secretário-geral da CES ao Comissário Europeu, Olli Rehn

2011-01-14
CES - Carta do Secretário-geral da CES ao Comissário Europeu, Olli Rehn

Planos de salvação da UE/FMI: O Diálogo Social e a Negociação Colectiva são postos em causa

Numa carta, hoje dirigida, ao Comissário Europeu Olli Rehn, a Confederação Europeia de Sindicatos (CES) denuncia os “diktats” e as pressões dos funcionários da Comissão Europeia que visam diminuir os salários e as reformas, atenuar a “rigidez” salarial e a tornar os mercados de trabalho mais flexíveis, na Grécia e na Irlanda. John Monks, Secretário Geral da CES, solicita uma reunião urgente a fim de clarificar estas questões e alerta que será impossível à CES apoiar qualquer acção da UE que vá nessa direcção.

Nota: tradução da responsabilidade da UGT, baseada nas versões inglesa e francesa