UGT - Comunicados

Notícias Internacionais

2017

Segundo dia da Conferência de sindicalistas no Vaticano

2017-11-24
Segundo dia da Conferência de sindicalistas no Vaticano

A UGT participa, hoje, no último dia da conferência internacional de sindicalistas sobre o mundo do trabalho, as organizações sindicais e o seu papel no mundo globalizado, que culminará com uma intervenção do Papa Francisco.

Neste segundo dia de trabalhos, os dirigentes sindicais abordaram as estratégias do movimento dos trabalhadores na construção de uma sociedade global e local, mais fraterna, solidária, justa e igualitária.

Para a UGT esta é a grande questão que a conferência tentou responder, com reflexões de muitas latitudes e contributos de sindicatos, académicos, investigadores e da Igreja Católica.

Sem uma sociedade mais justa na distribuição de rendimentos, que não ignore a pobreza e a injustiça, que assegure que só um combate contra o desemprego e a precariedade pode mobilizar os cidadãos para a inclusão e a redução das desigualdades, continuaremos a assistir ao primado da economia contra os princípios e valores sociais.

Nas palavras do Secretário-geral da UGT, Carlos Silva “é fundamental que todos os que aqui estiveram se empenhem em mobilizar governos e outros atores sociais para recolocar as pessoas no centro da economia e defendam a sua dignidade e a valorização do trabalho”.

Em dois dias de conferência, os participantes foram chamados a abordar o património da Doutrina Social da Igreja Católica perante as novas realidades sociais, com a apresentação de iniciativas e propostas para a construção de sociedades mais centradas nas pessoas e na dignidade das mesmas. Este encontro visou igualmente aprofundar o magistério da Igreja Católica desde o ‘Populorum progressio’, do Papa Paulo VI, até à ‘Laudato si’ do Papa Francisco.

Hoje, está previsto que o Papa Francisco receba em audiência as organizações sindicais.

Ver fotos (Flickr)