UGT - Comunicados

Comunicados

2021

FESAP - Governo mantém injustiças salariais na AP

2021-01-06
FESAP - Governo mantém injustiças salariais na AP

A FESAP reuniu esta quarta-feira, 6 de janeiro, com a Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, para negociação do projeto de portaria que procederá à atualização da Tabela Remuneratória Única para 2021.

Apesar de ter sido apresentada uma proposta que demonstrou algum esforço de resposta às reivindicações da FESAP relativamente à proposta submetida na reunião de dia 4 de janeiro, esta fica aquém do pretendido pela Federação, uma vez que mantém inalteradas as remunerações de cerca de 550 mil trabalhadores, anula o afastamento que desde 2019 se verificava entre o salário mínimo e a posição de ingresso na Administração Pública, mantém ou agrava as injustiças entre trabalhadores, reforça a trajetória de aproximação do ordenado médio ao ordenado mínimo e sedimenta uma política remuneratória assente em salários baixos.

Leia no link abaixo a nota de imprensa da FESAP na íntegra