UGT - Comunicados

Comunicados

2014

UGT contesta decisão do Governo - Requisição civil na TAP é prematura e abusiva

2014-12-18
UGT contesta decisão do Governo - Requisição civil na TAP é prematura e abusiva

O Governo assumiu hoje, em Conselho de Ministros, a decisão de avançar com a requisição civil dos trabalhadores da TAP, face à greve que se encontra decretada para o final do ano.

Num momento em que se encontra a correr no Conselho Económico e Social o normal processo para a definição de serviços mínimos, em que a greve está ainda longe de começar e em que os sindicatos sempre manifestaram a intenção de cumprir os serviços mínimos, esta decisão do Governo não pode deixar de ser considerada, no mínimo, prematura.

Ver documento (PDF)