UGT - Comunicados

Notícias

2020

UGT está de luto

2020-06-30
UGT está de luto

É com imensa consternação e pesar que a UGT teve conhecimento, esta terça-feira, do falecimento da mãe da Secretária Internacional, Catarina Tavares.

O Secretário-geral da UGT, em nome de todos os órgãos da central solidariza-se com a família, a quem desejamos força neste momento de pesar.

UGT considera proposta do Ministro das Infraestruturas absurda

2020-06-29
UGT considera proposta do Ministro das Infraestruturas absurda

Perante a impossibilidade de aumentar a oferta de comboios em todo o País, em especial na linha de Sintra, o ministro das Infraestruturas propôs um reforço das recomendações, com o uso de máscaras e o desencontro de horários dos trabalhadores.

Entrevistado pela Rádio Renascença o Secretário-geral Adjunto da UGT, Sérgio Monte, considera a proposta do ministro Pedro Nuno Santos absurda e recorda que este já era um problema conhecido e o qual deveria ter sido prevenido pelo Governo.

 

 

(Fonte: RR)

 

UGT de luto pelo falecimento do dirigente sindical Chambel Tomé

2020-06-24
UGT de luto pelo falecimento do dirigente sindical Chambel Tomé

É com profundo pesar que tomamos conhecimento do falecimento do dirigente José Chambel Tomé.

Membro filiado e mais tarde dirigente do SITESE, em Portalegre, desde muito jovem, se entregou à luta pelos direitos dos trabalhadores num tempo em a sua região era muito industrializada.

Tomou parte na luta contra a unicidade sindical participando ativamente no Movimento Carta Aberta que deu origem ao Movimento Sindical Democrático e à fundação da UGT.

Foi dirigente regional e nacional da UGT, a que sempre dedicou uma parte da sua vida, mesmo quando exerceu funções políticas ao nível autárquico.

Foi também um grande dinamizador da formação profissional e sindical dos trabalhadores, em representação da Central, com funções de coordenação e representação regional do CEFOSAP e do pólo do Crato da Escola Profissional Agostinho Roseta, para além de ter sido o primeiro Presidente da UGT-Portalegre, desde a sua fundação em 2010 até 2018.

Companheiro de todos os dias nas lutas pelos direitos dos trabalhadores será assim recordado por aqueles que representou e por muitos dos que com ele privaram mais de perto.

Por isso hoje nos curvamos perante a sua memória apresentando as mais sentidas condolências à sua família, aos amigos, camaradas e companheiros da UGT-Portalegre.

TVI - UGT preocupada com os números do desemprego

2020-06-22
TVI - UGT preocupada com os números do desemprego

Os números divulgados esta segunda-feira, 22 de junho, pelo IEFP indicam que a pandemia trouxe mais 100 mil desempregados em Portugal.

Segundo os dados do IEFP, o número de desempregados fixou-se em 408.934, mais 103.763 pessoas sem emprego (um aumento de 34%) do que no período homólogo.

Entrevistado pela TVI, o Secretário-geral Adjunto da UGT, Sérgio Monte, mostrou-se preocupado com estes dados, referindo que estes números são reflexo da elevada precariedade.

(Fonte:TVI)

UGT/ETUC - CARTA ABERTA A ANTÓNIO COSTA

2020-06-18
UGT/ETUC - CARTA ABERTA A ANTÓNIO COSTA

A UGT, na pessoa do seu Secretário-geral, Carlos Silva, e a Confederação Europeia de Sindicatos (CES), pelo Secretário-geral, Luca Visentini endereçaram hoje uma Carta Aberta ao Primeiro-Ministro português, António Costa, que marcará presença no Conselho Europeu que irá discutir as propostas da Comissão Europeia de um Fundo de Recuperação da economia europeia no pós-pandemia e o Quadro Financeiro Plurianual revisto para 2021-2027.

Os dirigentes sindicais afirmam nesta carta que o plano de recuperação tem potencial para restaurar a confiança na Europa, que se perdeu durante a última crise.

Este documento dirigido aos líderes europeus foi aprovado no Executivo da CES, tendo a CGTP recusado assinar, deixando a UGT, uma vez mais, sozinha na luta por uma melhor resposta da U.E. à crise provocada pelo coronavírus.

A carta aberta foi aprovada por esmagadora maioria no Comité Executivo da CES (que integra todas as confederações sindicais europeias) com 1 único voto contra - o da CGTP.

Cabe assim à UGT a representação sindical portuguesa no seio internacional.

Leia a Carta Aberta na íntegra (PT e EN) nos links abaixo