UGT - Comunicados

Notícias

2020

UGT comemora o 1º de Maio com recurso às redes sociais

2020-04-17
UGT comemora o 1º de Maio com recurso às redes sociais

O Secretário-geral da UGT foi um dos convidados do Fórum TSF para debater o estado de emergência, as comemorações do Dia do Trabalhador e o guião apresentado pelo primeiro-ministro para a retoma gradual da actividade económica.

Questionado sobre o que acha sobre o guião apresentado por António Costa no debate parlamentar, o Secretário-geral concorda com a retoma gradual da actividade económica, sob pena de um aumento do desemprego e das falências das empresas. Apesar de concordar com a reabertura gradual dos serviços, Carlos Silva ressalva que para isso “são necessários dar passos seguros” e que incutam confiança às populações.

O líder da UGT disse também que na reunião com o Primeiro-ministro manifestou a concordância da UGT na renovação do estado de emergência.

Quando à adaptação das empresas e dos sindicatos às novas formas de organização do trabalho, Carlos Silva destacou a disponibilidade da central para, em sede concertação social, junto do governo e das entidades patronais discutir, nesta fase, novas formas de trabalho, sem com isso colocar em causa os direitos e rendimentos dos trabalhadores.

"Daí que a UGT esteja disponível para discutir em sede de concertação social, com o Governo e com os empresários, a forma de ultrapassar estas questões sem colocar em causa direitos e rendimentos de quem trabalha", garante Carlos Silva.

Já as comemorações deste ano do 1.º de Maio, o líder sindical anunciou que a UGT e os seus sindicatos irão assinalar o Dia do Trabalhador com o recurso às redes sociais.

 

UGT exige que não se volte ao tempo da Troika

2020-04-16
UGT exige que não se volte ao tempo da Troika

O Secretário-geral da UGT afirmou novamente esta quarta-feira, no final da reunião com o Primeiro-ministro, que recusa voltar ao tempo da austeridade e dos cortes salariais.

Carlos Silva disse que é preciso reabrir a economia do país assim que estiverem reunidas as condições e quando os trabalhadores sintam confiança para retornar aos seus postos de trabalhos com a devida segurança.

O líder da UGT disse também ser necessário que “o dinheiro chegue rapidamente às empresas” que estão em dificuldades devido à crise provocada pela pandemia da covid-19, exigindo menos burocracia no acesso às linhas de financiamento. 

“Venha da Europa, venha do Estado português, é necessário desburocratizar e colocar celeridade nisto [no acesso às linhas de crédito]”, salientou Carlos Silva sublinhando que “se as empresas encerrarem, os trabalhadores vão para a rua”. 

O líder sindical defendeu que é também “fundamental” reforçar a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), considerando que “o momento é excecional e exige medidas excecionais”. 

O Primeiro-ministro, António Costa, recebeu os parceiros sociais para discutir as condições da retoma da atividade económica.

Newsletter UGT | Edição Especial | Covid-19

2020-04-15
Newsletter UGT | Edição Especial | Covid-19

Leia no link abaixo a edição especial da Newsletter da UGT sobre a Pandemia da Covid-19

Ver link

Secretário-geral da UGT entre as 159 figuras que pedem a Costa e Marcelo uma “estratégia gradual” de retoma, mas com medidas de contenção

2020-04-13
Secretário-geral da UGT entre as 159 figuras que pedem a Costa e Marcelo uma “estratégia gradual” de retoma, mas com medidas de contenção

O Secretário-geral da UGT é uma das 159 personalidades portuguesas subscritoras de uma carta (VER PDF), enviada esta segunda-feira ao Presidente da República, ao primeiro-ministro e ao presidente da Assembleia da República, a pedirem uma estratégia integrada para a retoma “gradual” da atividade económica, mas acompanhada de novas medidas de contenção para evitar uma possível segunda vaga de infeções que consideram que podia ser “catastrófico para o País”.

Para Carlos Silva, em declarações na TVI24, esta carta, além de elogiar a actuação do Governo na contenção desta pandemia, demonstra a inequívoca mobilização da sociedade civil para dar um contributo para a retoma da economia, assim que as autoridade de saúde indicarem o momento oportuno.

 

TEMPO DE ANTENA UGT - 13 ABRIL 2020

2020-04-13
TEMPO DE ANTENA UGT - 13 ABRIL 2020

A pandemia que assombra Portugal há um mês é o tema que marca o tempo de antena  da UGT que será transmitido esta segunda-feira, 13 de Abril, pelas 19h50 na RTP.