UGT - Comunicados

Notícias

2016

UGT reúne com o SQAC

2016-03-23
UGT reúne com o SQAC

A UGT recebeu hoje sua sede o novo Presidente do SQAC (Sindicato dos Quadros da Aviação Comercial), Jaime Silva.

Esta reunião teve como objectivo a apresentação de cumprimentos e dos novos órgãos sociais eleitos no passado dia 7 de Janeiro.

 

SINDETELCO acorda aumentos salariais para 2016 com os CTT

2016-03-23
SINDETELCO acorda aumentos salariais para 2016 com os CTT

Em declarações à Lusa, o secretário-geral do SINDETELCO - Sindicato Democrático dos Trabalhadores das Comunicações e dos Media, José Arsénio, avançou que o acordo aplica-se a mais de metade dos trabalhadores (os que estão representados nos sindicatos que subscrevem o acordo) e tem "efeitos retroativos a janeiro 2016".

O único sindicato, acrescentou, que não chegou a acordo foi o Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), que a Lusa tentou contactar, não tendo sido possível até ao momento obter uma resposta.

O acordo alcançado e que será ainda hoje assinado com os restantes sindicatos define que o aumento de 1,3% abrange 8.000 trabalhadores, a subida de 0,9% abrange 1.600 trabalhadores e a de 0,7% aplica-se a 350 trabalhadores.

"Esta foi a quarta reunião de negociação. Os CTT começaram com um aumento de zero. Na sexta-feira subiu de 1% para 1,25%. É um acordo melhor do que o do ano passado", disse José Arsénio, reforçando que "o aumento mínimo garantido é de 10 euros" e que "o acordo se aplica a todas as empresas do grupo.

 A empresa informou que a tabela salarial negociada só será aplicada aos associados dos Sindicatos subscritores do acordo ou aos trabalhadores que a ele adiram individualmente.

AUMENTOS NA TABELA SALARIAL 2016

Escalões

Aumento acordado 2016

Vencimentos até 1250,90€

1,3% (8000 trabalhadores abrangidos)

Vencimentos entre 1250,90€ e 1872,70€

0,9% (1600 trabalhadores abrangidos)

Vencimentos entre 1872,70€ e 2753,00€

0,7% (350 trabalhadores abrangidos)

                                    Aumento mínimo garantido de 10€

 

Novo Banco considerado empresa em reestruturação

2016-03-22
Novo Banco considerado empresa em reestruturação

O ministro Vieira da Silva garantiu esta manhã à UGT e à FEBASE que a instituição será considerada empresa em reestruturação, permitindo assim alargar a quota de trabalhadores com direito a subsídio de desemprego.

Carlos Silva e Rui Riso, em representação da UGT e da FEBASE, reuniram-se esta manhã com o ministro do Trabalho e com a Secretária de Estado da Segurança Social para debater a situação do Novo Banco.

Na ocasião, Vieira da Silva garantiu que o banco será considerado empresa em reestruturação, de acordo com as normas da legislação em vigor.

Como a lei impõe, o processo foi requerido pelo banco e está a ser apreciado pelo Governo, sendo depois ouvidos os parceiros sociais.

O reconhecimento do estatuto de empresa em reestruturação é de toda a importância para os trabalhadores do banco, pois permite o alargamento do número daqueles que podem aceder ao subsídio de desemprego se decidirem aceitar a rescisão do contrato de trabalho.

Além da relevância que a questão assume em termos de rendimento para os trabalhadores que deixarem a instituição, soma-se também o facto de o período de subsídio de desemprego ter efeitos na contagem de tempo para a reforma.

 

Secretariado Nacional da UGT em Viseu

2016-03-18
Secretariado Nacional da UGT em Viseu

A UGT promoveu a sua reunião de Secretariado Nacional, desta vez, na cidade de Viseu.
Sempre numa perspectiva de descentralização e de proximidade às populações, a Central sindical optou por escolher a cidade de Viseu para debater as questões políticas e sindicais que marcam a actualidade, designadamente as questões da governação europeia e das migrações.
Também a festa do 1º de Maio da UGT será realizada este ano em Viseu, por isso a central convidou o Presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques para a abertura dos trabalhos desta reunião, o qual deu as boas-vindas a todos os dirigentes sindicais e elogiou a Central pelo facto de ter optado mais uma vez pela descentralização das suas comemorações numa cidade do interior.

No final da reunião, o Secretariado Nacional aprovou por unanimidade a adesão do Sindicato Nacional dos Assistentes Sociais (SNAS) à UGT.

Clique AQUI e veja as fotos desta reunião

 

UGT apoia a candidatura do Engº António Guterres ao cargo de Secretário-Geral das Nações Unidas

2016-03-18
UGT apoia a candidatura do Engº António Guterres ao cargo de Secretário-Geral das Nações Unidas

A candidatura do Eng.º António Guterres a Secretário-Geral das Nações Unidas foi formalizada, pelo Governo português, em Janeiro passado, junto daquela Instituição.

A larga experiência política e governativa, a elevação, a capacidade diplomática e de construção de compromissos, a sensibilidade social e a excelência que sempre presidiram à sua actuação nacional e internacional, nos cargos de relevância planetária que desempenhou, revelaram aspectos da sua vida pública, reconhecidos pela generalidade dos portugueses e dos mais variados agentes políticos internacionais, factores que tornaram esta candidatura merecedora de um amplo consenso nacional e com apoios já consolidados nesta caminhada para o mais alto cargo das Nações Unidas.

Não basta saudar esta candidatura só pelo facto de o seu protagonista ser português.

António Guterres é hoje uma figura nacional incontornável nos roteiros das organizações internacionais, com um prestígio assente nas suas qualidades morais e éticas intrínsecas, onde devemos destacar os mais de 10 anos em que assumiu o cargo de Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, que o colocam na posição privilegiada de profundo conhecedor do sistema das Nações Unidas.

Nessas funções, enfrentou e geriu desafios de proporções inimagináveis, como o drama humanitário da recente vaga de refugiados para a Europa (a maior migração desde a Segunda Guerra Mundial), em que, mais uma vez, ficou clara a sua faceta humanista de homem incansável na luta pela paz e pelos direitos humanos.

Estamos convictos que o Eng.º António Guterres, no exercício do cargo de Secretário-Geral das Nações Unidas, contribuirá indubitavelmente, de forma ímpar, para a concretização dos objectivos daquela organização, para a construção de um Mundo mais justo, unido e solidário e para o reforço do papel e do prestígio de Portugal no seio das Nações.

O SECRETARIADO NACIONAL DA UGT manifesta, de forma inequívoca, o seu total apoio à candidatura do Engº ANTÓNIO GUTERRES ao cargo de Secretário-Geral das Nações Unidas, e apela a todos os portugueses para que a considerem um verdadeiro desígnio nacional.

Viseu, 18 de Março de 2016                                                     

                                                 O SECRETARIADO NACIONAL

                                         Aprovada por Unanimidade e Aclamação