UGT - Comunicados

Notícias

2020

Lay-off na TAP - UGT envia carta ao Ministro das Infraestruturas

2020-04-08
Lay-off na TAP - UGT envia carta ao Ministro das Infraestruturas

A UGT enviou esta quarta-feira uma carta ao Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, alertando para a situação de duas centenas de trabalhadores tripulantes da TAP que foram notificados da não renovação dos contratos a termo, numa altura em que a empresa aderiu ao regime de lay-off simplificado.

A central sindical chama a atenção para o facto de que sendo o Governo um dos principais detentores do capital da TAP e estando a aplicar medidas de apoio às empresas e à manutenção dos postos de trabalho, a situação destes trabalhadores não é tolerável.

Leia abaixo a carta do Secretário-geral da UGT ao ministro 

 

Exmº. Senhor

Ministro das Infraestruturas e da Habitação

Dr. Pedro Nuno Santos

Tomamos conhecimento que a TAP empresa que aderiu ao layoff simplificado e na qual o Estado é detentor de grande parte do capital social, notificou por carta registada, cerca de duas centenas de trabalhadores tripulantes, da sua intenção de não renovar os respetivos contratos a termo certo que terminariam em abril e maio do presente ano.

Entendemos que esta situação deveria ser colmatada o mais rápido possível através da suspensão dos referidos contratos e consequente integração destes trabalhadores no regime do layoff simplificado.

Num tempo em que o Governo tem vindo a implementar medidas para apoiar as empresas na manutenção dos postos de trabalho e sendo o Estado um dos principais detentores do capital desta Empresa, não nos parece consentâneo a manutenção esta situação.

Com os melhores cumprimentos,

Carlos Silva

Secretário Geral da UGT