UGT - Comunicados

Notícias

2019

UGT e FNE assinalam a abertura do ano lectivo em Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos

2019-09-09
UGT e FNE assinalam a abertura do ano lectivo em Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos

A UGT junta-se à FNE, no dia 13 de Setembro, em mais uma abertura do ano lectivo de 2019/2020 com visitas a escolas em Castanheira de Pêra e Figueiró dos Vinhos e encontros com as respectivas autarquias.

Neste dia juntar-se-ão aos Secretários-Gerais da UGT e da FNE, Carlos Silva e João Dias da Silva, respectivamente, a Vice-Secretária-Geral da FNE, Lucinda Manuela Dâmaso, o Vice-Secretário-Geral da FNE, Pedro Barreiros, bem como o Presidente do Sindicato dos Técnicos Superiores, Assistentes e Auxiliares de Educação da Zona Centro (STAAEZCentro), João Ramalho, dirigentes do Sindicato dos Professores da Zona Centro (SPZCentro) e do STAAEZCentro. A primeira iniciativa do dia será às 10h30, com uma reunião na Câmara Municipal de Castanheira de Pera, onde os Secretários-Gerais da UGT e da FNE, os Vice-Secretários-Gerais da FNE e os Presidentes do SPZCentro e do STAAEZCentro serão recebidos pela Presidente da edilidade. Segue-se pelas 11h00m uma visita ao Agrupamento de Escolas de Castanheira de Pera, para encontros com Docentes e Não Docentes estando ainda programada uma reunião com a direção da escola, que serve de primeira oportunidade para a FNE e a UGT simbolicamente assinalarem a importância de todos os trabalhadores da educação que asseguram o funcionamento dos Jardins de Infância e das escolas dos ensinos básico e secundário e o empenhamento da FNE e da UGT na respetiva valorização. Pelas 15h00m, será a vez do Presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos receber para um encontro os Secretários-Gerais da UGT e da FNE, os Vice-Secretários-Gerais da FNE, os Presidentes do SPZCentro e do STAAEZCentro, seguindo-se pelas 15h30 a visita ao Agrupamento de Escolas de Figueiró dos Vinhos que inclui também reunião com a direção desta escola, bem como com os respetivos Educadores, Professores e Trabalhadores Não Docentes. Este programa visa assinalar as condições particulares em que as escolas da região de Lisboa e as escolas do interior desenvolvem a sua missão, assumindo a necessidade de políticas que garantam um serviço público de educação de qualidade e inclusivo em todo o território, que apoie a fixação dos trabalhadores docentes e não docentes e lhes proporcione condições de trabalho dignas e merecedoras do seu papel na sociedade.