UGT - Comunicados

Notícias

2019

UGT defende que não é o momento certo para alterações na lei da Greve

2019-07-30
UGT defende que não é o momento certo para alterações na lei da Greve

O Secretário-geral Adjunto da UGT Portugal, Sérgio Monte, em declarações à Rádio Renascença defendeu que este não é o momento certo para rever a Lei da Greve.

“A lei da greve, para nós, está devidamente regulamentada. Foram instituídos serviços mínimos, por isso têm de ser definidos, ou por um tribunal arbitral ou pelos ministérios em que estiverem envolvidos setores de atividade em greve. Há que cumprir os serviços mínimos, e se não estiverem a ser observados o Governo tem uma arma a utilizar, que é a requisição civil”

"achamos que a lei da greve está devidamente regulamentada. Agora, nestas alturas – e não é a primeira vez – quando aparece uma classe profissional com mais poder reivindicativo, ou uma greve que se prolonga por mais tempo, há sempre esta vontade de mudar a lei da greve, mas não devemos fazer qualquer mudança a qualquer lei em cima do acontecimento"