UGT - Comunicados

Notícias

2019

UGT reúne com Rui Rio

2019-03-26
UGT reúne com Rui Rio

A UGT recebeu na sua sede uma delegação do Partido Social Democrata (PSD), a qual integrava o Presidente Rui Rio.

O encontro que demorou mais de duas horas assentou em vários temas, desde logo a análise da situação de conflitualidade social que tem vislumbrado nos últimos tempos, as questões inerentes à Administração Pública, mais concretamente a dos docentes.

Durante a reunião, a UGT mais uma vez reafirmou a ausência de diálogo entre o Governo e os sindicatos e mesmo a Central Sindical, o que tem levado o movimento sindical a responder com lutas nas ruas e nos locais de trabalho.

Relativamente à situação específica dos professores, a central sindical reiterou que o PSD poderá ser um agente determinante no desbloqueamento desta questão, em sede de apreciação parlamentar com a apresentação ou votação de propostas legislativas que reponham todo o tempo de serviços dos professores que esteve congelado.

Para a UGT cabe agora à Assembleia da República definir os princípios a que terá de obedecer a recuperação do tempo de serviço congelado, definindo em concreto o tempo a recuperar e ter em consideração que o desenvolvimento da carreira dos docentes é de 9 anos, 4 meses e 2 dias.

Além da carreira docente, a central sindical apresentou a Rui Rio as suas preocupações com os trabalhadores da Administração Pública relativas à reposição da justiça salarial, ao respeito pelo direito à carreira, questões que para a UGT e para os seus sindicatos são determinantes para a retenção de competências na Administração Pública e consequentemente para a promoção da melhoria dos serviços prestados cidadãos.

As injustiças resultantes do aumento do salário mínimo no Estado para os 635,07€ com a perda de pontos na avaliação de desempenho para efeitos de progressão na carreira devem, segundo a UGT, ser corrigidas.

A UGT integrou na sua recepção ao PSD uma delegação composta pelo Secretário-geral, Carlos Silva, a Presidente, Lucinda Dâmaso, os Secretários-gerais Adjuntos, Paula Bernardo, Sérgio Monte e José Cordeiro, e também os Secretários-gerais da FESAP e da FNE, José Abraão e João Dia da Silva, respectivamente.