UGT - Comunicados

Notícias

2019

UGT congratula-se com Menção Honrosa do Prémio António Dornelas atribuída ao II Volume da História da central

2019-02-04
UGT congratula-se com Menção Honrosa do Prémio António Dornelas atribuída ao II Volume da História da central

A UGT congratula-se com a atribuição da Menção Honrosa do Prémio António Dornelas aos historiadores José Maria Brandão de Brito e Maria Cristina Fernandes Rodrigues pela autoria do II volume do livro “A UGT na história do movimento sindical português 1990-2010”, uma obra elaborada a pedido da central sindical.

Este livro parte do enquadramento nacional e europeu das duas décadas a que se refere para uma reflexão sobre o futuro do trabalho e os desafios que se colocam ao sindicalismo. De seguida faz uma viagem à vida político-sindical do País, iniciando com a celebração do Acordo Económico Social, em outubro de 1990, passando pelos governos do PSD liderados por Cavaco Silva, a mudança de ciclo político encetado pelo PS e os governos de António Guterres, os governos chefiados por Durão Barroso e Santana Lopes, terminando, na fase final do tempo que a obra alcança, pelo governo de José Sócrates. No final desta obra destacam-se algumas questões temáticas, com enfoque para a concertação social.

O Prémio António Dornelas, criado pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS) destina-se a premiar trabalhos científicos ou técnicos elaborados por estudantes, investigadores e docentes universitários, nas áreas do trabalho, emprego, formação profissional e relações laborais, segurança social e solidariedade, bem como da inclusão de pessoas com deficiência.

Este prémio é também uma homenagem ao professor universitário António Dornelas, sociólogo, especialista em assuntos laborais, coordenador do Livro Verde das Relações Laborais de 2006, investigador do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia, assessor do Presidente da República para o Trabalho e Assuntos Sociais e Secretário de Estado do Trabalho e Formação.