UGT - Comunicados

Notícias

2018

Greve na IP com forte adesão

2018-10-31
Greve na IP com forte adesão

A greve dos trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP) está a ter um forte impacto na circulação ferroviária esta manhã, tendo também paralisado a circulação rodoviária.

Esta paralisação convocada pelo SINAFE (Sindicato Nacional dos Ferroviários do Movimento e Afins) e pelo SINTAP (Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos) , ambos filiados na UGT, e mais 14 estruturas sindicais têm como principal reivindicação o desbloqueamento do processo negocial em torno do novo acordo colectivo.

A reunião de ontem entre os sindicatos e o Governo terminou sem acordo, pelo que as estruturas sindicais mantiveram a greve na IP-Infraestruturas de Portugal, IP-Telecom, IP-Engenharia e IP-Património.

Segundo os sindicatos, foi apresentada uma nova proposta que:

-Atualiza o subsídio de refeição em 0,54€ para a maioria dos trabalhadores, ou seja, passou o valor para 7,5€;

- Passa o subsídio de escala para 19%, em vez dos 18,5% anteriormente propostos.

Tal proposta, não abrange todos os trabalhadores, poi foi assumido pelo governo/administração que ficam de fora do acordo cerca de 400 dos QPTs – Quadros de Pessoal Transitório - (trabalhadores oriundos da Função Pública)

Tendo em conta que as reivindicações dos trabalhadores são a da valorização dos salários para 2019, a valorização das carreiras profissionais e o alargamento dos direitos coletivos a todos os trabalhadores, a proposta do governo/administração foi insuficiente.