UGT - Comunicados

Notícias

2018

TSDT’s em Greve por tempo indeterminado ao trabalho extraordinário e banco/bolsa de horas

2018-06-29
TSDT’s em Greve por tempo indeterminado ao trabalho extraordinário e banco/bolsa de horas

As estruturas sindicais representativas dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (TSDT’s) concluíram no passado dia 22 de Julho mais um dia de luta. Realizaram um dia de greve com índices de adesão elevados a nível nacional, com serviços a paralisarem a 100%, demonstrando o descontentamento que atravessa toda classe profissional dos TSDT’s.

Nesse dia, realizaram uma concentração em frente ao Parlamento e depois deslocaram-se em desfile até à residência oficial do Primeiro-Ministro, onde ficaram em vigília. Esta jornada de luta, terminou com a entrega de um Manifesto ao Primeiro-Ministro, com mais de 10.000 assinaturas, que os TSDT’s recolheram a nível Nacional, e que pretendeu reforçar as suas reivindicações junto do Governo.

Com esta jornada de luta os TSDT’s demonstraram que não aceitam a injustiça que o Executivo pretende praticar e perpetuar na revisão da carreira dos TSDT’s, dado o Governo pretender implementar uma tabela salarial que não tem paridade com outras já existentes na Administração Pública, aplicar uma transição em que 97% dos TSDT’s vão para a base da carreira e, para agravar mais as desigualdades, não transitam com o tempo de serviço que têm na atual categoria.

São estes e outros motivos, que estão de novo elencados no aviso-prévio de greve que já emitido, e que decreta greve a partir do dia 1 de Julho de 2018 e por tempo indeterminado ao trabalho prestado para além do período normal de trabalho (PNT).

Pretende-se com esta greve, alertar o Governo e as Instituições para a necessidade de contratação imediata de mais TSDT’s, para evitar a rotura que se prevê que ocorra com a passagem de um grande número de colegas do regime de 40 para as 35 horas e que não pode ser colmatada com o agravamento de prestação de mais horas de trabalho para além do PNT diário ou semanal, que os trabalhadores estão contratualmente obrigados a prestar.

A UGT representa os TSDT's através do SINDITE (Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica) e do SINTAP (Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos).

 

EXIGIMOS A CONTRATAÇÃO DE MAIS TSDT’S

EXIGIMOS A RETOMA DAS NEGOCIAÇÕES

QUEREMOS PARIDADE COM OUTRAS CARREIRAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

 

Leia na íntegra o comunicado conjunto das organizações sindicais