UGT - Comunicados

Notícias

2018

CPCS - UGT garante ser possível uma subida do SMN para os 615€

2018-05-06
CPCS - UGT garante ser possível uma subida do SMN para os 615€

O Governo e os parceiros sociais reuniram-se na passada sexta-feira para discutir a proposta de Orçamento U.E – Quadro Plurianual pós 2020.

A proposta da Comissão Europeia prevê um orçamento plurianual para a União europeia para o período 2021-2027 de 1,279 biliões de euros, equivalente a 1,11% do rendimento nacional bruto da U.E. a 27, que prevê cortes que podem atingir os 7% na Política de Coesão e os 5% na Política Agrícola Comum.

No final da reunião, em declarações aos jornalistas, a Secretária-geral Adjunta, Paula Bernardo, destacou a “redução de flexibilidade” na gestão dos fundos que poderá, em seu entender levar a “impactos muito adversos”, em áreas como as do emprego e das qualificações dos trabalhadores. Para a dirigente sindical “Este é um orçamento pouco ambicioso, que traduz uma falta de vontade política da União Europeia para responder ao reforço da dimensão social”, acrescentou.

À margem da ordem de trabalhos houve ainda espaço para abordar a questão do salário mínimo nacional, tendo a UGT reafirmado a possibilidade de se alcançarem os 615 euros já em 2019.

Oiça as declarações da Secretária-geral Adjunta sobre o Salário Mínimo

(Fonte: SIC Notícias)