UGT - Comunicados

Notícias

2018

Conflito laboral na Infraestruturas de Portugal

2018-03-20
Conflito laboral na Infraestruturas de Portugal

No passado dia 12 de Março os trabalhadores das empresas do universo IP (IP-Infraestruturas; IP-Engenharia; IP-Telecom e IP-Património) estiveram em greve pela exigência do aumento a intercalar dos salários que são os mesmos desde o ano de 2009.

Esta greve ocorreu porque, inexplicavelmente, a administração apresentou-se com uma posição fechada para se encontrar uma solução negociada, tendo como referência o acordo obtido noutra empresa do sector e tutelada pelo mesmo Ministério.

Os Sindicatos reafirmam a sua vontade de encontrar uma solução negociada, que sem prejuízo da continuação das negociações, leve à valorização intercalar dos trabalhadores e reafirmam a proposta feita no passado dia 10.

Na defesa desta proposta vão solicitar uma reunião ao Ministério do Planeamento e das Infraestruturas e ao Presidente do Conselho de Administração da IP para a discutir e encontrar as soluções negociadas que evitem o agravamento do actual conflito e a realização de novas lutas nos tempos próximos.

No caso de não haver respostas num curto espaço de tempo, as organizações sindicais, designadamente o SINTAP, realizarão uma concentração em frente ao Ministério da Tutela, no próximo dia 22 de Março às 14h30, na qual estará presente o Secretário-geral da UGT, Carlos Silva.

Entregaram ainda um novo pré-aviso para a realização de uma nova greve no dia 2 de Abril, caso de todas as diligências e acções a desenvolver não tiverem a resposta à reivindicação de um aumento intercalar dos salários, sem prejuízo da continuação da negociação de toda a contratação colectiva para as empresas do universo IP.

As razões da jornada de luta estão incluídas no Pré-aviso, designadamente:

-    Pelo aumento intercalar dos salários nos termos da proposta sindical;

-    Pela aplicação da Contratação Colectiva a todos os trabalhadores, independentemente da manutenção do vínculo.