UGT - Comunicados

Notícias

2017

UGT junto da comunidade portuguesa no Canadá

2017-07-09
UGT junto da comunidade portuguesa no Canadá

Uma delegação da UGT, liderada pelo Secretário-geral, Carlos Silva, esteve em Toronto, no Canada, a convite do L.I.U.N.A 183 (Labourers' International Union of North America) para participar nas comemorações do Dia da Família, que tiveram lugar nos dias 8 e 9, no Downsview Park. Esta iniciativa junta mais de 60 mil pessoas, a grande maioria imigrantes portugueses.

No dia 7, a comitiva sindical portuguesa teve a oportunidade de participar numa cerimónia no consulado de Portugal em Toronto, onde testemunharam um grande gesto de solidariedade por parte dos sindicatos canadianos que uniram esforços, e pelas mãos do português Jack Oliveira, líder do "L.I.U.N.A 183" entregaram a directora da CGD no Canadá um cheque no valor de 412.500 dólares canadianos para as vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra.

Aproveitando a ocasião, o Secretário-geral da UGT fez uma breve resenha da realidade naquela região e mesmo quem até ali tinha consegudo manter a compostura acabou por se render às lágrimas. "Vivo numa aldeia chamada Campelo que ardeu toda, à excepção das casas", afirmou Carlos Silva, que destacou a perda de vidas e a forma como as comunidades em redor foram atingidas no seu dia-a-dia, comovendo quem o escutava.

Em apoio às campanhas de angariação de fundos outros testemunhos se viriam a escutar, nomeadamente do cônsul-geral, Luís Barros, e do ministro das Finanças do Ontário, Charles Sousa, mas nenhum tão forte e comovente como o do secretário-geral da UGT que pintou um retrato vivido do que presenciou e das repercussões dos incêndios.

As suas palavras foram enaltecedoras de iniciativas como esta a que veio assistir no Canadá, e que classificou como um "gesto de extremo humanismo e solidariedade".

Com esta deslocação ao Canadá, a UGT pretende ainda elaborar um protocolo de colaboração com o L.I.U.N.A, o maior sindicato de trabalhadores da construção civil da América do Norte (55 mil filiados, 65% dos quais são portugueses ou luso-descendentes) que visa apoiar os trabalhadores portugueses na diáspora.

A UGT esteve representada em Toronto pelo Secretário-geral, Carlos Silva, pelo Secretário-geral Adjunto, Luís Correia, e pelo director do CEFOSAP, Jorge Mesquita.

Veja AQUI a noticia do jornal canadiano Portuguese SUN com a referência à UGT

Ver fotos (Flickr)