UGT - Comunicados

Notícias

2017

SINDITE e SINTAP - Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica em greve por tempo indeterminado

2017-06-29
SINDITE e SINTAP - Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica em greve por tempo indeterminado

Os técnicos de diagnóstico e terapêutica iniciam hoje uma greve por tempo indeterminado em protesto pelo não cumprimento por parte do Ministério da Saúde, do compromisso assumido em documento assinado pelo SINTAP e pelo SINDITE, o qual continha a calendarização do procedimento negocial para a criação da carreira especial de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica e da carreira de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica dos estabelecimentos E.P.E.

O recuo nas negociações transmitida na última reunião por parte dos representantes do Ministério da Saúde ao SINDITE levou a que o avanço para greve fosse inevitável, dada a ausência de quaisquer garantias de cumprimento dos acordos já assinados.

As  palavras do Primeiro-Ministro “palavra dada é palavra honrada”, deveriam vincular todos os elementos do seu Governo, sob pena de existir uma grave quebra de confiança entre trabalhadores e representantes sindicais e o Governo enquanto empregador.

Assim, as organizações sindicais da UGT (SINDITE e SINTAP) exigem o cumprimento dos acordos celebrados por escrito com o Ministério da Saúde a 12 de dezembro de 2016 e a 18 de maio de 2017, que determinavam a aprovação e publicação, em junho, dos diplomas cujos textos já foram também eles acordados, para a criação da carreira especial de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica e da carreira de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica dos estabelecimentos E.P.E., sendo que tanto essa aprovação como a consequente publicação foram inviabilizadas pelo Secretário de Estado do Orçamento em sede de Conselho de Secretários de Estado.

Leia no link abaixo o comunicado da FESAP