UGT - Comissões

Comissões

Comissão de Juventude

CJ UGT intervém em iniciativa sobre o mundo laboral

2016-03-07
CJ UGT intervém em iniciativa sobre o mundo laboral

Carlos Moreira, membro do secretariado da CJ UGT, interveio numa iniciativa sobre o mundo laboral, organizada pela federação distrital da Juventude Socialista (JS) de Portalegre, no passado sábado, 5 de março, no auditório da biblioteca municipal de Elvas.

A sessão de abertura contou com a presença do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Elvas, Dr. Nuno Mocinha e com o deputado na Assembleia da Republica e Presidente da Federação de Portalegre do PS, Luís Moreira Testas. 

No painel principal, composto pelo Carlos Moreira da CJ UGT e pelo deputado na Assembleia da República, Ivan Gonçalves, a CJ UGT teve a oportunidade de expor as suas respetivas preocupações, posições e ideias, nomeadamente no combate à precariedade e na defesa dum papel e uma voz mais ativa dos jovens trabalhadores portugueses.

Para a CJ UGT, os jovens trabalhadores portugueses, esperam que seja dado um sinal de esperança relativamente ao futuro, e defende que seja reforçada a aposta em medidas ativas de emprego que facilitem a inserção dos jovens no mercado de trabalho.

A CJ UGT, desde sempre defendeu que muito mais importante do que os partidos que governam, são as politicas que são postas em prática.

Neste sentido é fundamental reforçar o combate ao desemprego jovem, assim como encontrar respostas para os milhares de jovens NEET que se encontram fora de qualquer rede de apoio. 

 

Comissão de Juventude da CES elegeu novo Presidente

2015-12-15
Comissão de Juventude da CES elegeu novo Presidente

Tom Vrijens (ACV-CSC) foi hoje eleito, com o apoio da CJ UGT, Presidente da Comissão de Juventude da Confederação Europeia de Sindicatos.

"Os jovens foram fortemente atingidos pela recessão", disse Tom Vrijens, "e estão 2,6 vezes mais em risco de ficar desempregados do que a restante população. Mais de 30% dos jovens europeus estão em risco de pobreza e de exclusão. Esta tendência é ainda reforçada pela criação de salários mínimos diferenciados para os jovens, mini-empregos e contratos "zero-horas" um pouco por toda a Europa.Os jovens são os novos pobres."

A região "Latina", composta por Portugal,Itália e Espanha, após um acordo dentro da mesma, será representada por Ernesto Alfageme da UGT-Espanha.

A Comissão de Juventude da CES é composta por 7 elementos representando as várias regiões europeias.

- Tom Vrijens (Bélgica)

- Viktoria Nagy (Hungria)

- Rune Bugten (Noruega)

- Zelmir Stanic (Eslovénia)

- Lauren Usher (Reino Unido)

- Ernesto Alfageme (Espanha)

- Daniel Carlsted ( em representação das Federações)

 

 

3º Encontro Nacional de Jovens UGT - Vencer a Precariedade

2015-11-29
3º Encontro Nacional de Jovens UGT - Vencer a Precariedade

A Comissão de Juventude da UGT realizou o seu 3º Encontro Nacional de Jovens em Albufeira.

Sob o lema "Vencer a Precariedade", uma centena de jovens sindicalistas abordaram os desafios enfrentados pela juventude portuguesa no mercado de trabalho, com a precarização das relações de trabalho ou mesmo a sazonalidade no sector do turismo.

Os jovens sindicalistas tiveram ainda a oportunidade de relembrar os 37 anos de história de liberdade e democracia sindical vividos pela UGT. Desde a criação do movimento da Carta Aberta até à actualidade foram recordados os fundamentos e a identidade de negociação e proposição que constituem a génese da UGT.

A sessão de encerramento esteve a cargo do Secretário-geral da UGT, Carlos Silva.

CLIQUE AQUI PARA ACEDER À FOTOGALERIA

Ver link

Comissão de Juventude da CES tem agora mais força

2015-10-01
Comissão de Juventude da CES tem agora mais força

Os jovens sindicalistas europeus alcançaram no Congresso da Confederação Europeia de Sindicatos (CES) que decorre em Paris, mais uma vitória. Após uma revisão estatuária, a Comissão de Juventude da CES passará, a partir deste congresso, a ter acesso a dois lugares no Comité Executivo da confederação, com direito a voto.

Os delegados da UGT votaram favoravelmente a esta revisão, o que significará tornar a voz da juventude europeia mais audível junto dos órgãos de decisão do movimento sindical.

13º Congresso da CES : "Não há tempo a perder, urge integrar os jovens no mercado de trabalho”

2015-09-29
13º Congresso da CES : "Não há tempo a perder, urge integrar os jovens no mercado de trabalho”

O Presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz e o Presidente da República francesa, François Hollande realçam que “não há tempo a perder, urge integrar os jovens no mercado de trabalho”.

Na cerimónia de abertura do 13º Congresso da CES, que decorre em Paris, entre os dias 29 de Setembro e 2 de Outubro, a problemática do desemprego jovem foi uma das questões que mais mereceu destaque por parte do Presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, assim como do Presidente francês, François Hollande.

Martin Schulz sublinhou que “o que está em causa é o futuro da União Europeia, sendo fundamental encontrar respostas para os cinco milhões de jovens europeus desempregados.” Numa clara alusão, às consequências nefastas que a política de austeridade trouxe aos países europeus, afirmou que “é essencial encontrar um maior equilíbrio entre os países do Norte e os países do Sul da Europa”. O combate ao dumping social, à concorrência de direitos entre os diversos Estados membros, assim como à eternização da precariedade dos jovens trabalhadores na Europa, deve estar no topo da agenda dos líderes políticos europeus. Acrescentou não conseguir conceber uma Europa que não garanta a estabilidade necessária a toda uma geração, sob o pretexto da competitividade globalizada.

Dentro da mesma linha de pensamento, esteve o presidente francês, François Hollande, que apontou o caminho do crescimento económico como solução para a criação de empregos em profunda correlação com o relançamento do diálogo social, como uma das ferramentas base à saída da crise. “A Europa precisa duma governação económica que esteja em convergência com os direitos sociais e salariais”, chegando mesmo a propor a criação dum “Eurogrupo Social”.

“Muito mais do que agir, é preciso agir rapidamente” disse, sublinhando que “a Europa tem uma história de progresso e de solidariedade que não pode ser abandonada”.

FOTOGALERIA - SESSÃO DE ABERTURA