UGT - Comissões

Comissões

Comissão de Juventude

Declaração sobre o Brexit aprovada por unanimidade pelo Comité Jovem da CES

2016-06-24
Declaração sobre o Brexit aprovada por unanimidade pelo Comité Jovem da CES

O Comité Jovem da CES está profundamente consternado com o resultado do referendo no Reino Unido sobre a permanência na União Europeia e apela a uma mudança na política europeia.

O Comité Jovem da CES tem plena consciência que a maioria dos jovens britânicos (72%) votou pela permanência na União Europeia. Este é um claro sinal de que os jovens britânicos não querem o "Brexit". O Comité Jovem da CES continuará a lutar pelos direitos sociais, empregos de qualidade e um projeto europeu inlcusivo por toda a Europa.

A União Europeia precisa duma narrativa que estagne a desintegração da Europa e que responda aos problemas sociais que preocupam as populações de todos os Estados-membro. A não ser que a União Europeia volte a ganhar o seu elan em ativamente gerar mais justiça social e igualdade, o alienamento do projeto europeu continuará a alastrar-se. A União Europeia precisa urgentemente de implementar uma agenda de direitos sociais e de garantir empregos de qualidade e oportunidades.

O Comité Jovem da CES manifesta a sua profunda solidariedade para com os jovens trabalhadores britânicos. Reforçaremos a troca de experiências e a nossa colaboração.

"Chegou o momento dos chefes de Estado da União Europeia alterarem as suas políticas: travar a austeridade, os empregos precários, as desigualdades e a exclusão social na Europa. É fundamental o envolvimento das organizações sindicais e das organizações de juventude neste processo."

Bruxelas, 24 de Junho de 2016 

4º Encontro Nacional de Jovens UGT - Santa Cruz

2016-06-18
4º Encontro Nacional de Jovens UGT - Santa Cruz

Os jovens sindicalistas da UGT, representando os diversos setores de atividade e oriundos das mais diversas organizações sindicais filiadas nesta central sindical, dedicaram o fim de semana de 18 e 19 de Junho de 2016 às questões da capacitação e da melhoria de organização do movimento sindical jovem.

São muitas as questões que preocupam os jovens sindicalistas, nomeadamente as condições de trabalho precárias em que grande parte da juventude portuguesa se encontra, a resposta que o movimento sindical pode e deve dar aos jovens desempregados, assim como procurar reorganziar o movimento sindical jovem, de forma a corresponder às exigências dos novos tempos.

A sessão de abertura contou a presença do Secretário-geral Adjunto, Luis Correia, que salientou a importância destes eventos, como forma de reforçar os laços sindicais que nos unem, mas também preparar os jovens sindicalistas para os desafios do futuro.

A Secretária Exectiva, Vanda Cruz, abrilhantou um painel dedicado às questões da digitalização da Economia e o impacto que a mesma terá nas relações laborais.

O Workshop "Organizar, Aproximar e Agir" serviu para delinear o caminho comum a seguir e vincar a importância duma estratégia sindical comum para a área da juventude.

O Workshop "Negociação e Compromisso" apostou no desenvolvimento da capacidade de diálogo entre as partes e da sua importância para a democracia representativa, como forma de procurar soluções que sejam o mais abrangente possíveis.

A sessão de encerramente ficou a cargo do Secretário Executivo, Sérgio Monte, que saudou a iniciativa da Comissão de Juventude da UGT e salientou o excelente trabalho que tem sido desenvolvido. A aposta da UGT na formação e capacitação dos jovens sindicalistas é para manter.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Aceda aqui à fotogaleria

Encontro de Jovens Bancários - CJ SBSI

2016-06-04
Encontro de Jovens Bancários - CJ SBSI

Jovens debateram futuro na banca.

A Comissão da Juventude do SBSI organizou o seu encontro anual onde colocou no centro do debate o futuro dos jovens bancários e a contratação coletiva do setor. 

O Encontro de Jovens Bancários 2016 realizou-se nos dias 3, 4 e 5 de junho, no Vimeiro, e foi subordinado ao tema “Os jovens na reestruturação da banca”.

A abertura contou com a presença de Luís Roque, da Comissão de Juventude, e de Rui Riso, presidente do SBSI, antes de o primeiro painel começar a debater o futuro para os jovens bancários. Luciano Salgueiro, diretor de Recursos Humanos do BNP Paribas, e Alberto Reis, Coordenador do Departamento de Formação em Alternância do Instituto de Formação Bancária, foram os intervenientes.

Depois de um breve coffee break, o tema continuou a ser desenvolvido por Paulo Alexandre e Pastor Oliveira, do Pelouro da Contratação do SBSI, que deram conta do ponto de situação relativo ao ACT do setor bancário.

Reestruturação da banca

Num dos painéis mais aguardados, os jovens bancários presentes testemunharam o debate que contou com a deputada e ex-ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, e com o cronista do Diário Económico, Marco Capitão Ferreira. Subordinado ao tema “Reestruturação da Banca”, o painel contou com a moderação de João Magalhães Alves, quadro superior do Banco de Portugal.

O encerramento contou com Ângela Filipe, coordenadora da Comissão de Juventude, e de Horácio Oliveira, vice-presidente do SBSI, que relevaram a excelente iniciativa e agradeceram a presença de todos.

Este encontro teve igualmente vários momentos de lazer, como atividades surpresa e de team building, que ajudaram a reforçar ainda mais os laços de amizade e camaradagem.

Aceda aqui à fotogaleria

CJ UGT intervem no 1º Congresso Nacional do Emprego Jovem da PROEFA

2016-04-19
CJ UGT intervem no 1º Congresso Nacional do Emprego Jovem da PROEFA

No painel dedicado às políticas ativas de emprego jovem, o Presidente da Comissão de Juventude da UGT, Bruno Teixeira, começou por frisar que o simples facto de existirem medidas ativas de emprego é o primeiro sinal da existência dum problema no que diz respeito à integração dos jovens no mercado de trabalho.

Apesar de alguns ajustes necessários a fazer, como a simplificação e a uniformização dos programas existentes, é fundamental que a aposta nas medidas ativas de emprego seja para continuar.

Com o desemprego jovem aínda em valores insustentáveis, é preciso compreender que a pressão que o elevado desemprego jovem exerce sobre a qualidade do emprego é enorme. Para além de ser fundamental reforçar as medidas ativas de emprego, é primordial ter em atenção o tipo de emprego que está a ser criado.

A precariedade atinge proporções inaceitáveis para uma sociedade desenvolvida e que se quer mais justa. Importa por isso discutir mecanismos que promovam uma justa transição geracional nas empresas.

CJ UGT aprova Plano de Atividades e Orçamento do CNJ com declaração de voto

2016-03-16
CJ UGT aprova Plano de Atividades e Orçamento do CNJ com declaração de voto

Decorreu nos dias 11, 12 e 13 o Encontro das Organizações Membro do Conselho Nacional da Juventude, onde a CJ UGT esteve representada pelo Carlos Moreira, dando assim a conhecer a sua estrutura e os seus membros às outras organizações membro do CNJ, que vão desde a educação informal às associações académicas.

No dia 11 houve lugar ao acolhimento e a uma atividade desportiva no Campo de Santa Cruz.

No dia 12 decorreu a 71ª Reunião Ordinária da Assembleia Geral do CNJ, onde para além de outros pontos, foram votados o relatório de actividades e de contas de 2015, bem como o Plano de Actividades e Orçamento para 2016.

A CJ UGT esteve presente nesta reunião incluída no Encontro das Organizações, tendo participado na discussão de todos os pontos. No ponto do Plano de Actividades e Orçamento, a CJ UGT votou favoravelmente, no entanto fez uma declaração de voto vincando uma posição de defesa dos trabalhadores do CNJ, por considerar que a redução do quadro de pessoal irá trazer sobrecarga para os que ficam e que estes deverão ser valorizados pela direcção de outras formas.

Para além da AG, houve lugar também para uma actividade de reflexão sobre o futuro do CNJ que se prolongou para dia 13. Nestes grupos de trabalho a CJ UGT ficou no grupo dos Conselhos Regionais de Juventude, onde teve a oportunidade de apontar caminhos para a sua criação, assim como apresentar um modelo de implementação, sendo que obviamente o primeiro passo seria uma consulta aos jovens.

O Encontro das Organizações terminou com um almoço evocativo dos 30 anos do Conselho Nacional da Juventude.