UGT - Comissões

Comissões

Comissão de Mulheres

C.M. - "É urgente que a concertação social volte a debater a desigualdade salarial"

2020-07-02
C.M. - "É urgente que a concertação social volte a debater a desigualdade salarial"

A pandemia aprofundou as desigualdades entre as mulheres e os homens em Portugal.

A UGT respondeu positivamente ao desafio lançado pelo Governo no programa para a conciliação entre a vida profissional, familiar e pessoal e da valorização dos salários apoiando a criação de um grupo de trabalho em sede de Concertação Social.

Alertámos para a necessidade de arranjar ferramentas para combater a desigualdade salarial, que afeta sobretudo as mulheres.

Também o Comité Europeu dos Direitos Sociais informou que Portugal estava a violar o art.º 20º da Carta Social Europeia nomeadamente em questões de igualdade salarial!

A UGT lamenta que as negociações do grupo de trabalho com o Governo estejam paradas há oito meses. 

É urgente que os parceiros sociais reúnam e reflictam sobre esta matéria.

 

Veja a intervenção da Presidente da Comissão de Mulheres da UGT, Lina Lopes